terça-feira, 26 de julho de 2011

APOSTAS

No jogo da vida, cada escolha é uma aposta. E é por isso que eu ando pra cima e pra baixo com um saquinho cheio de fichas. Às vezes acertamos. Na maioria, erramos. O importante é que o saquinho esteja sempre cheio. Porque essas fichas são de graça. Representam a esperança, a vontade, o desejo de acertar, a sede de mudanças, a necessidade de crescer. E, naquele momento em que a roleta gira, enquanto aguardamos se vai dar preto ou vermelho, dá aquele nervoso, porque a gente nunca sabe se a escolha está certa. A gente nunca sabe se a sorte, naquele dia, está a nosso favor ou contra. É pura intuição. Enquanto a roleta gira, nossa cabeça está a mil por hora. Filmes de drama, romances, família, trabalho, estresses do dia-a-dia. Histórias que poderiam ter sido diferentes, outras que não poderiam. E enquanto a roleta gira, o coração acelera, as pernas tremem – pronto [apostas encerradas!] – deu preto. Nem era o que eu queria.

3 comentários:

Biqui disse...

Fazia tempo que eu não lia os seus textos... gosto demais deles! E já virou "não anonimo" esse blog? hehe
bjs
Biqui

Erica Belfort disse...

Biqui, que bom que tu gostou!!! Pois é...já não é mais anônimo, mas é só pros íntimos. hahahah. Beijão, meu querido!!

Guto Galamba disse...

"A alegria está na luta, na tentativa, no sofrimento envolvido e não na vitoria propriamente dita." (Mahatma Gandhi)